domingo, 5 de julho de 2009

Saudade

Não sei o que ele via de errado com esse rosto, esse cabelo e essa cor. Pra mim estava perfeito. Todo-certinho.

Continuei achando lindo em Thriller, .


Também gostei da cara nova em Bad.


E devo confessar que, mesmo mais pra white do que pra black e de nariz arrebitadíssimo e tão diferente do original, eu gostei.

Mesmo rompida a barreira da transformação pra deformação, mesmo com os escândalos, os processos, o triste vício em drogas prescritas, havia a expectativa pela nova turnê. O que restaria de todo aquele talento? Creio que, mesmo que fosse pouco, ainda seria muito mais do que a maioria dos mortais possui.

Uma vez rei sempre majestade.