sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

O essencial a dizer

Existem situações em que nada do que se diga ameniza o sofrimento. Especialmente quando o sofrimento está entrelaçado à raiva e ao ciúme. À sensação de perda. À frustração. Quando é a dor do coração partido.
No fim, tentar dizer alguma coisa pode não dar em nada, a tentativa pode não ser levada a sério.
E o que dizer?
Sinto muito. Sincera e profundamente.
Sinto muito pelo sofrimento causado direta e indiretamente.
Causar sofrimento nunca foi a intenção. Não por eu ser uma santa criatura. Muito longe disso. Não desejo causar sofrimento pelo simples conhecimento da lei do "aqui se faz, aqui se paga". O que vai, volta. Carma. Não quero causar sofrimento pra ninguém basicamente porque não quero causar sofrimento pra mim.

Julgar os outros nunca é bom. Julgar sem conhecer é ainda pior. Mas a gente julga o tempo todo. Eu fiz e faço isso. Fizeram e fazem isso comigo. Às vezes julgamos sem sequer conhecer. Julgamos pelo que os outros dizem e pelo que sentimos, focadas unicamente no nosso ponto de vista. É tudo por tabela - pelo que vemos, pelo que sentimos, pelo que imaginamos e pelo que os outros nos falam.
Eu só posso falar por mim. E o que tenho a dizer é isso: sinto muito. De coração. Desejo que seja feliz e encontre as causas da felicidade, que supere o sofrimento e as causas de sofrimento.