terça-feira, 12 de outubro de 2010

Criança

Que eu possa sempre manter um olhar de criança, um coração de criança, um entusiasmo de criança. A alegria e jovialidade que desenvolvi já adulta, depois de uma infância triste. A vitalidade que me impulsiona.