domingo, 24 de novembro de 2013

Tragédia e farsa

A frase de Marx, "a história se repete, primeiro como tragédia, depois como farsa", funciona no atacado da história universal e no varejo das vidas individuais. Hoje percebi isso muito claramente. Na minha vida.
O mesmo tipo de acontecimento. Em fases muito diferentes. Na primeira vez foi um baque. A tragédia. A repetição foi de fato uma farsa.
Não achei graça. Mas também não fiquei triste. Apenas decepcionada. I should know better. Achei patético e desnecessário. Fiquei chateada. Mas não fiquei surpresa. De certo modo, não faz a menor diferença, pois eu simplesmente já estou em outra fase. De novo.