quarta-feira, 11 de maio de 2016

Grrrr

Raiva.  Agressividade.
De onde vêm? Para onde vão?
Foram as perguntas de ontem. E temas de reflexão desde então.
No início dessa semana, sonhei com um mar alto, grosso, sombrio e ameaçador. Em estado de vigília, percebi a sensibilidade ao comportamento alheio. Impaciência e irritação com coisas que não são minhas. E comigo mesma, por me perceber sucumbindo a essas emoções e, mais que isso, me colocando em situações onde fico vulnerável à intromissão alheia. No físico, alergia e roedura dos dedos exacerbadas.
Agora, a meta é canalizar essa energia para ações construtivas e positivas. O que certamente vai requerer maior compreensão do processo. Enquanto isso, sigo me observando e me mantendo reservada, evitando ações e palavras impulsivas. Focada no trabalho, cada vez mais empolgante.