segunda-feira, 4 de maio de 2015

Arenas








No domingo 26 de abril fui ver o Gre-Nal na Arena.
Ontem fui no Beira-Rio. Na torcida do Inter, pois não conseguimos ingressos pra zona mista.
Estádios lindos, jogos horríveis.
Me deprimi vendo o desempenho do Grêmio. Um clube tão grande, com tanta história, com uma torcida tão apaixonada, não merece um time como o atual. 2 x 1 ficou barato. Só não foi goleada porque o adversário também não estava lá grande coisa. Não me importo tanto com a derrota, isso é do jogo. Mas falta de brio, falta de esforço é triste. Revoltante. E irritante.
Pra completar, não acreditei quando vi os pedaços das cadeiras arremessados pela gentalha que se diz torcedora gremista. Vendo aquele papelão, aquela baixaria, me deprimi com a constatação de que está longe o dia em que os estádios não terão apenas zonas mistas, mas torcidas mistas.
Em ambos os jogos, fiquei encantada com o pequeno pedaço misto e multicolorido dos estádios. Ontem, quando o Grêmio marcou, o que eu achei bacana mesmo foi a vibração daquele pessoal.