quarta-feira, 22 de abril de 2009

Frankenstein

Teria que juntar o que eu sou capaz de sentir por uma pessoa (mas de momento não sinto por ninguém, e na verdade nunca senti plenamente), com o que uma outra pessoa sente por mim (ou diz que sente) em uma terceira pessoa com quem todas as experiências fossem possíveis.