quinta-feira, 5 de setembro de 2013

190km + 1 tombo

O total de agosto. 1.768km no ano.
Agosto já foi melhor. De momento estou correndo apenas quatro vezes por semana. Bem bom. A meta é aumentar a velocidade, o que estava acontecendo até a semana passada. Essa semana foi uma porcaria. Agora devo melhorar de novo.
Tive uma forte oscilação hormonal - e isso simplesmente faz minha força desaparecer. O treino de pista da terça-feira foi péssimo, fiquei totalmente fora das marcas propostas. E sofri horrores. Um sofrimento difuso, típico desses abalos hormonais. Não é por faltar pulmão ou faltar perna no sentido de cansar. Falta é força, e não há esforço que me leve a correr mais rápido. É muito chato, muito frustrante. Muito irritante.
Hoje vi claramente onde meu corpo está mais sem força: no posterior da coxa. Acontece que essa musculatura é das mais exigidas no treinamento funcional. E, até julho, quando comecei o funcional, meus posteriores nunca haviam sido tão requisitados. Tanto que eles ostentam a mudança mais visível desde que comecei o treinamento funcional, estão muito mais fortes e marcados. (O corpo inteiro está muito mais forte e trincado, minha postura também está melhor, são mudanças muito significativas em pouquíssimo tempo - pra não falar do quanto me sinto melhor, mais bem disposta e correndo muito mais solta, firme e forte até o cansaço dessa semana.)
No treino de hoje, senti nitidamente os posteriores cansados e sem força - e o resultado foi que corri sem levantar os calcanhares, com uma passada curta e sentada. Na pista tudo bem, e consegui fazer 8x 1.000m mais ou menos no target. Mas, quando fui trotar, me esborrachei no chão. Affff. Foi um tombão. O pé esquerdo bateu em alguma coisa, e eu caí com tudo, deslizando sobre as mãos e os joelhos no areão da Redenção. Momento jaca, pof!!! Caí toda pelo lado esquerdo, que está mais esfolado.
Foi o primeiro tombo desde a metade de 2011. Naquela época, a hérnia já estava enorme e me travava a perna esquerda. Hoje foi apenas cansaço muscular.
Depois do treino de pista e do tombo, fui pro funcional. Lá fiz vários testes, e concluímos que não estou encurtada, nem contraturada. É só cansaço mesmo.