terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Chegaram!!!!!!


Chegaram ontem, para minha imensa alegria.
Dois títulos da Lúcida Letra, editora voltada para obras budistas.
Eu continuo lendo A gata do Dalai Lama, do mesmo selo.
Um dia desses, uma pessoa me perguntou se sou uma atleta budista ou uma budista atleta. Não me vejo como nenhuma das duas. Sou a Dakini Espertinha, hahaha!
É evidente que o budismo e a atividade física são muito importantes para mim nesta vida. Mas realmente não me vejo assim, com essas identidades. Não me vejo com identidade nenhuma. Inúmeras vezes me olho no espelho e me espanto: essa sou eu? Quem é esse eu? Não é de hoje. É anterior à reconexão com o budismo.