segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Os dispostos se atraem

O cara foi procurar comunidades do Chris Isaak no Orkut, teclou errado, e achou uma fã do artista: eu. Adicionou sem dizer nada, achou que não fosse dar em nada. Adicionei o cara por causa da foto dele com um gato sphynx. Aí começamos uma troca de e-mails, e vi que ele é tão ou mais disposto que eu para escrever. Foi a primeira coisa a nos aproximar.
Por escrevermos muito, em uns três e-mails sabíamos que gostamos de gatos, de musculação, de corrida, de comida árabe e vegetariana - e do Chris Isaak, é claro (jamais imaginaria que meu amado Chris Isaak, que já foi tema de abertura do meu computador e que é toque do meu celular, seria a ponte para uma conexão com outra pessoa). He's running from his past. I'm running for my future. E entre o passado e o futuro estamos no presente e temos inúmeras afinidades, inclusive profissionais.
Menos de uma semana depois do primeiro e-mail, ele conhece minha filha e meus gatos. Eu conheço os gatos dele. And we both love cadillacs.
Adoro essas conexões mágicas, essas amizades que surgem de forma totalmente inesperada e que se expandem rapidamente, impulsionadas pela disposição mútua.

Esse feriadão foi marcado pelas atividades com meus amigos dispostos.
Na quinta de noite, saí com uma nova amiga que a cada encontro, a cada conversa, mais me encanta pela sinceridade e franqueza. Nossa saída teve percalços, mas o saldo foi totalmente positivo, porque vimos o quanto gostamos uma da outra e nos preocupamos.
Na sexta, pedalei 50km com outro novo amigo que conheci justamente por causa de minha recém-iniciada atividade de biker.
No sábado fui passear de bike com uma querida amiga corredora com quem compartilho afinidades espirituais, e com mais um novo amigo biker (que conheci por intermédio do outro), com quem tenho uma camaradagem cada vez maior.
Na sexta, no sábado e no domingo, corri com meu parceiro para a maratona de revezamento da semana que vem. Nossa dupla chama-se "Pernalonga e Jacaré", mas bem que poderia ser "O Jacaré e A Pangaré"... Ele me acompanhou nos meus treinos, fazendo o pace. Ontem fizemos 2h10min, terminei inteira e faceira. Nunca havia corrido com ninguém que me coordenasse tanto.
Todas essas pessoas entraram em minha vida nesse ano. O que me leva a crer que eu me tornei uma pessoa mais disposta de um tempo para cá.