domingo, 3 de abril de 2016

Aflição infernal

No budismo, um dos elementos centrais para a compreensão da mente são os seis reinos: deuses, semideuses, humanos, animais, fantasmas famintos e demônios. No corpo humano, podemos experimentar paisagens de todos esses reinos, criadas pelo apego/desejo, pela ânsia constante de querer agarrar-se ao que causa prazer e evitar o que causa desprazer.
Qual a fronteira entre o reino dos fantasmas famintos e dos demônios, os reinos de maior sofrimento? Os fantasmas sofrem pela carência. Os demônios, pelo ódio.
Triste ver uma pessoa envolta nessas aflições. Sofrendo e odiando, desejando o mal, movida por ciúme, inveja, ressentimento, raiva. Devorada por curiosidade mórbida, tentando viver a vida de outros, vasculhando as redes sociais. Cega e surda para o óbvio.
O antídoto? A prática de metabhavana:

Que você seja feliz.
Que você encontre as causas da felicidade.
Que você fique livre do sofrimento.
Que você fique livre das causas do sofrimento.