segunda-feira, 4 de abril de 2016

Lilo & Tigrinha


Amor que não se mede e não se explica, mas que exigiu um profundo autoentendimento e uma enorme capacidade de aceitação para florescer. Força benéfica transformadora.
Ver as próprias dificuldades e limitações refletidas na outra. Expandir-se, dissolver projeções, encarar dores terríveis e muitas frustrações, incertezas, ansiedade e falta de perspectivas. Separar o passado do presente. Sonhar com um futuro e trabalhar pacientemente na sua construção. Vencer resistências emocionais, físicas e materiais.
Acreditar nas possibilidades.
Amor. Perdão. Gratidão.
Avançando aos trancos e barrancos, com idas e vindas, altos e baixos.
Os corpos podem ter ficado várias vezes temporariamente afastados, mas a conexão de coração e mente manteve-se inabalada em meio a todo tipo de percalço.
Tão radicalmente diferentes. Tão intimamente ligadas.
Não éramos nada do que esperávamos. Mas somos tudo que queremos.