domingo, 22 de março de 2009

Sound effect

E essa... WOW!
Charles, de Beanfield. Tudo o mais que ouvi deles não se compara a isso. Bem, pra mim nada se compara a isso.
Conheci essa música numa fase vertiginosa do ano passado, em abril, quando uma parte de mim até então apenas parcialmente manifesta exibiu-se in full em meio ao treino pra maratona, a um tombo que dilacerou meus dois joelhos e ao diagnóstico da doença de minha mãe. E naquela fase ela ficou vinculada a experiências específicas que me deslocavam da realidade convencional tumultuada para... sei lá eu como descrever. A oitava galáxia. As experiências dissolveram-se na vacuidade, mas integrei a faceta doidivanas e essa música em mim, nessa que sou hoje.