sábado, 7 de maio de 2011

Feito!

Fiz 34km hoje. O último longão antes da maratona de 22 de maio. Nunca havia feito essa distância em treino. Fechei inteira, mas bastante cansada. Não foi como no sábado passado. Dessa vez a largada foi melhor, eu estava encaixada. Mas paguei o preço de uma série de erros cometidos antes de sair pro treino.
Na quinta-feira, eu deveria ter feito tiros de 4x2000m. Não fiz porque não tive tempo. Aí resolvi fazer ontem. Fiz. E foi duríssimo, terminei acabada, muito mais cansada do que hoje (e o total foi de apenas 15km, com aquecimento e soltura). Ontem também ainda fiz musculação.
Com o tranco de ontem, hoje já saí meio lesada. E dei duas grandes mancadas: esqueci de tomar o bcaa antes de largar, e esqueci de comprar gel! Meu treinador havia dito pra comer três. Aos 10km, 20km e 25km. Fui com o único que tinha em casa. Comi no km 17, bem na metade do treino. Foi por puro acaso e sorte. E graças à bondade do Charles, meu colega de equipe, que estava no apoio. Ele me viu passar no km 4 da Beira-Rio (eu já estava com 12km, porque saí de casa e rodei 8km de rua antes de chegar no Gasômetro). Ali eu não bebi água, não estava com sede e quis poupar o gel pra quando o cansaço apertasse. Quando estava chegando nos 17km, eis que Charles apareceu de moto! Foi muuuuito bom. Não só porque trouxe água pra eu comer o gel, mas porque trouxe apoio mesmo, apoio moral. Aquela coisa de cuidado. Ele foi lá pra ver por onde eu andava, como andava e quanto mais ainda iria aindar. Foi um encontro de 1 minuto, se tanto, mas que gerou energia pros muitos minutos dos próximos 17km.
Quando eu estava voltando, Charles passou por mim de novo, dessa vez correndo, estava fazendo o treino dele.
Minha ideia era voltar pra casa correndo, mas ali pelos 30km comecei a sentir umas beliscadas na panturrilha esquerda, que pareciam uma ameaça de cãibra. Só faltava chegar em casa e ter uma crise. Resolvi terminar no Gasômetro pra ser alongada antes de ir embora.
Os últimos quilômetros hoje foram duros, eu estava cansada, e contando os metros pra acabar.
Aí, no último quilômetro, Charles encostou em mim, e voltamos juntos. No meu ritmo, é claro, porque ele roda pra 3'40"... Mas hoje ele estava se arrastando, e fez 10km em 41'... De novo a presença de Charles teve um efeito animador e confortante. :) E acho que nem agradeci direito, porque terminei a corrida meio zonza e abobada.
Mas fiz. E fiz bem. Média de 5'05".
A preparação pra prova está concluída. Nas próxima duas semanas farei apenas a manutenção. Treinei menos do que devia e do que queria. Mas mais do que parecia capaz de início. Em janeiro, um treino de 16km me deixava esgotada, era sofrido. Muito mais sofrido do que os 34km de hoje, que na verdade nem foram sofridos, foram um pouco cansativos e tensos.
A meta é fazer a maratona entre 3:30 e 3:40.
E logo depois começar a treinar pra ficar mais rápida.
E, se tudo der certo, fazer outra maratona no segundo semestre.