segunda-feira, 29 de abril de 2013

A cara da riqueza

Começando a semana envolta pelo astral de alegria, felicidade, garra e superação.
Eu nunca me emociono muito com meus resultados nas corridas. Eles sempre me parecem normais, a simples consequência dos treinos. Ontem foi diferente. Eu fiquei radiante, exultante. Plenamente realizada. Essa foto do Felipe Garcez traduz tudo.
À noite mandei um sms pro meu neurocirurgião:
"Oi. Sou Lúcia Brito, vc me operou em 2/05/2012. Hérnia em L5-S1. Hoje corri uma meia maratona em minha melhor marca pessoal, fiz em 1:33:46. Sem dor. Muito obrigada."
E ele:
"Os malucos às vezes nos dão algumas alegrias. Um abraço e parabéns!"
E eu:
"Hahaha! Pois é. Eu amo correr. Eu amo a minha vida como ela é. E voltei a tê-la graças à cirurgia que vc fez. Serei sempre grata. Bj e obrigada."
Toda a felicidade que sinto desde ontem é indissociável de um sentimento de gratidão enorme por estar viva, saudável, em evolução. Por me sentir luminosa. It's been a long, long winter, cold and gray years. Finally it's over. No início do outono da minha vida cronológica e no outono do tempo convencional, eu, eternamente jovem, começo a desabrochar para mais uma primavera em meu continuum mental.