domingo, 28 de agosto de 2016

Am I gay enough?

Pelo visto não.
A pessoa vai num evento basicamente lésbico.
Sozinha.
E é abordada por dois homens.
Foram abordagens muito de boa. Mas foi engraçado, porque as mulheres não pareceram me achar tão interessante quanto aqueles caras - e outros que percebi que me viram passar pela rua ontem.
O momento mais bonito e divertido foi numa esquina. Parei para atravessar a rua, e um cara que estava num boteco gritou: "Mas que sorriso lindo que ela tem!". Me virei pra olhar, ele sorriu, eu também, aí ele veio até mim e disse: "Dá um aperto de mão aqui". Apertamos as mãos, eu e ele rindo, os amigos dele rindo. Minha curva mais bonita é a do sorriso - clichê 100% válido.