quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O fim de um mundo

Acabo de deparar com esse texto no FB. É de Claudia Lazzarotto, que não conheço pessoalmente, mas cujo trabalho admiro muito. E esse texto é completamente precioso. Para mim, foi inacreditavelmente benéfico tomar contato com essas informações agora. Eu, nascida na entrada do Sol em Capricórnio e no começo do verão, que em 22.12.2012 chego aos 49 anos, fechando 7 ciclos de 7 anos. De momento em plena crise de cura da ferida de minha alma, comendo o pão que o diabo amassou com o rabo...
Como disse meu terapeuta, não estou encerrando um ano para começar outro, estou fechando um ciclo e começando outro. Junto com a Era de Aquário. Na luz, que trago em meu nome. É uma chuva de bênçãos. E o mais notável é que, nesse ano, meu aniversário astrológico será exatamente às 11:25 de 21.12.12. Eu, uma partícula do Universo, vibrando na energia de transformação do planeta. Teia de Indra.

O que realmente muda no Cosmos no dia 21.12.12 é que o Sistema Solar entra no Cinturão de Fótons na Constelação das Plêiades; afinal, o nosso Sol é a oitava estrela a girar ao redor de Alcione, que é a estrela central das Plêiades e o Grande Sol Central.
Para entender melhor, vale lembrar que os astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel, Paul Otto Hesse, José Comas Solá e Edmund Halley, depois de estudos e cálculos minuciosos, concluíram e provaram cientificamente que o Sistema Solar gira em torno de Alcione, estrela central da Constelação das Plêiades. Nosso Sol é, portanto, a oitava estrela da Constelação das Plêiades – localizada a aproximadamente 28 graus de Touro, e leva 26 mil anos para completar uma órbita ao redor de Alcione, movimento terrestre também conhecido como Precessão dos Equinócios. A divisão dessa órbita por 12 (os 12 signos do Zodíaco) resulta em 2.160, tempo de duração de cada era “astrológica”. 
Nesse 21.12.12, o Sol do Sistema Solar entra novamente no Cinturão de Fótons. Isso acontece a cada dez mil anos, e a última vez que ocorreu foi na Era de Leão, justamente o signo oposto a Aquário, que é onde o Sol entra agora e ficará por 2.160 anos. No dia 21 finalizamos um longo ciclo que se iniciou em 148 a.C., quando deu-se o início da Era de Peixes, e com isso entramos efetivamente na Era de Aquário, e os anos de escuridão são deixados para trás. 
Um fóton consiste na decomposição ou divisão do elétron, sendo assim a mais ínfima partícula de energia eletromagnética, algo que ainda se desconhece na Terra; por isso a mudança de dimensão do planeta, pois cada átomo do planeta e da humanidade será sutilizado pelos fótons, e toda a densidade não terá mais espaço.
Lembramos que há 26 mil anos houve a última oportunidade de elevação dimensional, e nós não soubemos aproveitar; não acompanhamos a elevação vibracional e a sutilização energética, e aí aconteceu a queda de Atlântida e a mudança do eixo da Terra.
Em 21.12.12, ao entrarmos na Era de Aquário, teremos ainda a passagem do Sol nos últimos graus de Sagitário, cobrando a verdade de cada um e iluminando com a Sabedoria Divina os dias que estão por vir. Indicando o final da Era de Peixes, o planeta Netuno, que rege Peixes, encontra-se novamente em Peixes, encerrando um ciclo e iniciando um novo, dessa vez em conjunção com Kíron, que rege a ferida kármica e sua respectiva cura, trazendo a cura da humanidade e do planeta Terra através do Amor Universal e da sintonia com a espiritualidade. 
O Sol entrará em Capricórnio por volta das 6 horas do dia 22.12.12, signo regido por Saturno, planeta que rege o Karma, a responsabilidade, e será o regente do ano de 2013, pedindo que usemos toda a sabedoria adquirida com responsabilidade nas escolhas conscientes que deverão guiar nosso caminho individual e consequentemente coletivo. Agora mais do que nunca a escolha é de cada um, e quem acompanhar esse movimento de luz e sutilização alcançará sua grande libertação. É importante termos claro que existirão a luz e a sombra, e até que elas estejam definitivamente separadas cabe a cada um escolher em qual delas estará.
No mapa de 21.12.12 às 12 horas no Fuso 0, horário universal, temos Plutão conjunto ao Sol ativando o poder pessoal da essência de cada um de nós e do nosso planeta, agindo nas profundezas do planeta Terra e do Sistema Solar, transmitindo a força necessária para o total renascimento. 
Temos ainda Urano, que rege Aquário e a Liberdade, em Áries, que representa o início do Zodíaco, o verdadeiro nascimento, trazendo justamente o nascimento da Era da Liberdade, da Era de Aquário!!!
A Lua também encontra-se em Áries, propiciando a renovação do sentir, que guia o nosso livre arbítrio, e por isso a indicação da ação guiada pelos sentimentos verdadeiros.
Nesse momento temos Vênus, Mercúrio Júpiter e Netuno indicando a necessidade de alinharmos coração, mente e sabedoria para passarmos esse período de transição com firmeza de propósito e consciência. 
Vênus está em Sagitário, signo regido por Júpiter, que representa Deus no Zodíaco, representa a sabedoria suprema, e nos envia as bênçãos a esse momentum e nos indica que devemos estar atentos a nossa essência e verdade interior para conseguirmos amar com sabedoria e trilharmos assim os melhores caminhos.
Muito importante ressaltar que, se no Sistema Solar Vênus rege o Amor, no Cosmos as Plêiades são a representação incomensuravelmente máxima do AMOR, e é nessa sintonia que nosso planeta, bem como todo o Sistema Solar, adentram agora. 
Que possamos todos fazer as escolhas conscientemente de forma positiva e harmônica para nos libertarmos e atingirmos a plenitude de amor, felicidade e abundância!!!
Feliz Nova Era a todos.
Eu sou Claudia Lazzarotto – Astróloga Kármica.