sábado, 6 de maio de 2017

5 anos atrás

No dia 2 de maio completaram-se cinco anos da minha cirurgia para retirada da hérnia de disco em L5-S1. Dessa vez não lembrei na data. Hoje o Facebook mostrou essa foto nas lembranças. Domingo, 6 de maio de 2012. Eu voltei para casa no sábado, dia 5.
Não lembro se essa foto eu fiz antes ou depois de sair com Lízia, obriguei ela a me acompanhar numa caminhada até o Parcão e depois Zaffari. Se ela não fosse, eu iria sozinha, estava louca pra dar uma banda. Lá fomos. Ó alegria! Na ida. Quando chegamos no Parcão eu estava cansada. Bem cansada. Pra ir até o Zaffari e fazer poucas compras (lembro até hoje do iogurte Batavo de morango, pote de 500g, com pedaços de fruta, primeira vez que comi) eu mal aguentava em pé. Pegamos um táxi na volta.
Coisas de Lúcia Brito.
Naquela noite mal dormi. Uma agitação insuportável. Que durou mais uns dias. Tempos depois, conversei com o neuro clínico, e ele perguntou o que eu estava usando de medicação. Nada. Saí do hospital e não tomei mais nada. A agitação foi síndrome de abstinência. Eu tomava doses cavalares de gabapentina e tramadol antes de ser internada. No hospital eu nem sei o me deram, só sei que era muita coisa. Aí tirei tudo de uma vez só.
Coisas de Lúcia Brito.