terça-feira, 19 de março de 2013

Embodiment of perfection

Cheguei do Cete. Treino forte hoje. Que ficou mais pesado em (des)virtude do consumo de álcool da semana passada. Enquanto me puxava pra ficar dentro do ritmo estabelecido, jurava a mim mesma que não beberei mais. Isso que foi só cerveja. E nem foi tanto, no máximo uma dúzia de long necks, tipo 2 ou 4 por dia. Mas é claro que não dá pra beber isso e querer fazer tempo na pista. Bem, se eu continuar  bebendo, a planilha dessas quatro semanas que estão começando não vai sair nos conformes.
Hoje foi daqueles dias que eu só fiz o treino - 5x 4x 400m a 1:30-1:33, pausa de 45", macro de 2'30" - porque o treinador - o Juliano Maciel - estava na beira da pista empurrando, incentivando, cuidando. Sozinha nem a pau, juvenal. O olho do dono engorda o boi. O olho do treinador acelera a pangaré.
Agora estou aqui aboletada na Embody, essa linda e gostosa que me trouxeram ontem para um test drive. Tenho que admitir que, para meu corpo, ela é muito melhor que a Aeron. Os rapazes da Tradesign deixaram-na numa regulagem básica. Só agora eu terminei de ajustar bem ao meu gosto. Essas cadeiras têm várias regulagens, coisa muito chique. E muito boa. Minha coluna está ótima.
E agora, de volta ao trabalho!
Vida que segue.
Embody, sua linda!