quinta-feira, 31 de março de 2016

Disciplina

A partir de hoje.
Ao começar com o antidepressivo, tinha parado de beber.
De domingo até ontem, bebi e tomei o trio clonazepam, escitalopram e quetiapina.
Ontem bebi apenas 600ml de cerveja, mas na sequência ingeri o antidepressivo e a quetiapina (o clonazepam tinha tomado à tarde, bem mais cedo). Estava vendo um seriado, tive que parar. Fui deitar totalmente chumbada. E foi bom. Bem bom.
Achar esse embotamento tão bom não é lá muito bom.
É maravilhoso dormir pesadamente a noite inteira, sem acordar, sem me revirar na cama. Só que não teria nada a ver substituir o velho distúrbio de sono errático pela prática de desmaiar via combinações químicas.
Esses episódios não foram premeditados. Mas serão deliberadamente evitados.
O momento é de enfocar a prática da disciplina.
No trabalho.
Na dieta.
No treino.
Na meditação.
No cultivo de novos hábitos.
Na dissolução de velhos padrões.

Cicatrizes recentes, delicadas.
Sementes germinando, brotos minúsculos, frágeis.
Cuidar bem.
Tratar bem.
Do corpo e da mente.