segunda-feira, 24 de abril de 2017

Titivillus

Eu trabalhando, e Titivillus tretando
 
"Sou um pobre diabo, e meu nome é Titivillus; todo dia, devo apresentar a meu senhor mil sacas cheias de erros e descuidos em sílabas e palavras."

Assim o demônio patrono dos escribas apresentou-se em um texto do século 15. Na tradição medieval Titivillus distraía os monges escribas, induzindo-os a erros ao copiar textos.
Titivillus é chegado numa treta. Agora já sei de quem é a culpa quando deixo passar erros nos livros que reviso e preparo. Pior é que às vezes acontecem uns deslizes que parecem mesmo coisa do além.
Vade retro, Titivillus!