quinta-feira, 8 de junho de 2017

Intactos

Quem me conhece, sabe o que essa foto dos meus dedos significa para mim. O quanto era difícil eu não (me) morder e (me) machucar horrivelmente.
Pois bem, a vontade passou. E não, não era, nunca fui e nunca seria apenas uma questão de ter vontade de parar e força de vontade para parar. Morder os dedos era um sintoma. A questão era, sempre foi e sempre seria chegar à causa. E quem me conhece sabe a força da minha vontade e determinação. Eu tinha muita vontade de parar e força de vontade para parar. E a mesma vontade e a mesma força de vontade para descobrir as causas.
Descobri.
Demorou.
Já foi.