domingo, 20 de novembro de 2016

Gatos felinos

Como não amar essas criaturas?
Como não ser cativada pela meiguice, pelo amor que manifestam? Pela companhia que fazem?
Lelonid totalmente grude. Quando não está no colo, agora está nessa caixinha enquanto trabalho na sala.
Ludox sobe e desce, anda muito pelo telhado. E de momento está fascinado pela caveira. Todo dia dá uns tapinhas nela. Ontem à noite resolveu brincar pra valer, jogou no chão e ficou curtindo até eu cortar o barato.
Domingo preguiçoso, um calorzinho mormacento, passarinhos cantando. E eu firme no trabalho. Vontade de sair, de preguiçar com os gatos. Mas vontade ainda maior de avançar nas páginas que faltam. O insight de ontem me deixou bem menos resistente aos livros em mãos.