segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Irada!



Só pelo show do Ira! nessa quarta-feira.
Meu inestimável ex descolou os convites. E agora é descolar alguém pra ir comigo. As amigas não são muito fãs, ora vejam. Só lembrei de uma pessoa que gosta.
Hoje tô meio mal-humorada. Mas há explicações.
A primeira provavelmente é o backlash do final de semana. Fui firme, forte e fundo na que, uns 30 anos depois, descubro ser ainda minha droga favorita. Ontem fui dormir às 20h, on chemicals. Sono reparador até as 7h30 de hoje.
E a segunda-feira foi ótima.
Resolvi uma pendência de trabalho. Agora faltam duas.
Lelo tomou a última injeção de antibiótico e só deve voltar na clínica do Carlos Eduardo Faraco na segunda-feira que vem pra uma revisão.
Fui na Dani Kruchin pra tratar do meu novo pingente lindo. Presente precioso. Deixei minha corrente de espirais de prata para limpar e polir. Ia dar de presente (de novo) - mas foi recusada (de novo). E caiu a ficha de que é isso aí. Vai ficar aqui. Family affair
Ainda de manhã, encontro de Análise do Discurso na Ufrgs. Cada vez curtindo mais.
De lá direto pro trabalho. Produtivo, interessante, estimulante.
E agora em casa. Lelo no colo. Já pensando em dormir. Chuva que não para. Nem pensar em treinar.
A outra causa pro mau humor arrefeceu depois de umas risadas com Daniela de Paula. As pessoas são como são. Pensam, falam e fazem o que querem. Entendem o que querem. Por que ficar irritada com isso? Porque suas visões são diferentes da minha?

Mais um melhor amigo.

It's life, and life only.

On fire!

Balas só desse tipo. Eita perdição.