quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Quebrando tudo


Fui quebrar o silêncio e o gelo. Quebrei a cara.
Um convite amistoso, gentil e despretensioso rendeu uma série de respostas inacreditavelmente grosseiras, mal-educadas e totalmente equivocadas e despropositadas.
Como diz a Lízia, suave.
Um abismo entre o que eu escrevi e o que foi lido e interpretado.