sábado, 22 de outubro de 2016

Daqui a 2 meses

Aniversário. 53.
Fechando um ano incrível.
Fechando, creio eu - e desejo ardentemente -, um ciclo iniciado em 2012, quando entrei no septênio que corresponde à reprise dos primeiros sete anos de vida, por assim dizer. E a casa caiu. Agora enfim o processo de reconstrução parece andar mais rápido.
Nessa semana, lembrei de coisas que duas grandes orientadoras espirituais me disseram. Mais que nunca, vejo o quanto estavam certas. Uma falou que levaria um tempo para eu elaborar o trauma infantil de abandono. (Lembro que perguntei quanto tempo, pensando em poucos meses, e ela muito delicadamente deu a entender que seria bem mais. Está sendo.) A outra falou sobre as dificuldades financeiras e profissionais agravadas por uma energia externa muito densa. (Coisa que eu notei, assim como as pessoas mais próximas.)
E neste momento acabo de lembrar de outra coisa que a primeira me disse. De me ver muito feliz e sorridente, caminhando com sacolas nas mãos pelas ruas de determinada cidade.


Sábado de muita introspecção e reflexão.
Sentindo os efeitos dos insights recentes.
Minha mente e meu corpo ficaram esgotados. Foi um tranco.
De quarta para quinta mal dormi. De quinta para sexta dormi mal. De ontem pra hoje finalmente uma noite de sono boa, depois de um dia menos puxado. Treino bem bom. Mas corrida não. Ainda não.
Agora aproveitar o solzinho do entardecer e sábado e a noitinha.