quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Metáfora

Saí de casa correndo. Passei por ela, passei por ele. Segui correndo por uma escada que estava na horizontal, saltitando pelos degraus. O Guaíba abaixo. O céu azul acima. Me atirei sem hesitar e saí voando, como queria. Só que, em vez de seguir voando pra cima, comecei a descer. Não gostei. E encerrei a atividade.
Correndo sozinha. Voando sozinha. Indo em frente. Quando a situação saiu do meu controle e não pude seguir o caminho que queria, decidi encerrar o sonho que eu sabia estar sonhando e acordei.