sábado, 10 de dezembro de 2016

Noite, dia



Muito amor.
Muita fofura.
Muita mimosura.
Esses dois são o maior barato.
Geralmente aparecem quando eu me deito. Depois saem agora que está quente. Não sei onde dormem, não vejo. Às vezes ouço andanças pelo telhado e umas correrias pela casa.
De manhã reaparecem e dormem comigo nos dias em que durmo até mais tarde. E, quando veem que estou acordando, rolam carinhos, ronrons e umas brincadeiras.